De onde vem os adultos de sucesso: a importância do ensino fundamental

Publicado em 27/04/2018 - Categoria: Textos

Ver o filho recebendo o diploma em uma faculdade renomada e tornando-se um profissional bem-sucedido. Esse é um dos tantos pensamentos que rodeiam a cabeça dos pais ao deixar seus pequenos no portão da escola.

Pensando assim, fica difícil não reconhecer a importância de estar por dentro do que acontece em sala de aula. Se a criança está desenvolvendo o prazer por aprender coisas novas e se as práticas didáticas estimulam esse desenvolvimento, por exemplo.

Isso porque os primeiros anos do ensino fundamental são o período em que a criança aprende a ler, escrever e realizar operações matemáticas simples. Como o cérebro dela ainda está em formação (dos 0 aos 8 anos), esse período representa a sua base de conhecimento. E se ela for bem construída, os anos seguintes tendem a seguir o mesmo caminho.

O grande problema é a forma como a maioria das salas de aula funciona atualmente. Com estruturas engessadas e maneiras antiquadas de repassar conhecimento, a criança tende a não associar o estudo ao prazer, mas vê-lo como uma obrigação. E quando isso acontece, não apenas o seu desenvolvimento profissional fica comprometido, como também a forma como ela se relaciona consigo mesma e com o mundo ao seu redor.

Estudos apontam que, quanto mais estímulos o cérebro recebe, mais ele se desenvolve, aumentando a capacidade de aprendizado e memória. E para ser efetivo, esse estímulo precisa ser feito através dos 5 sentidos, utilizando técnicas como leitura, música, texturas e cheiros. Também é importante fazer isso de forma lúdica, brincadeiras e jogos tendem a ser mais eficientes que formas tradicionais de aprendizado.

O papel do ensino fundamental vai muito além de expor a criança a conhecimentos básicos. É nesse período que ela aprende a se relacionar com pessoas fora do seu círculo familiar e inicia o desenvolvimento de sua própria personalidade.

Quando as aulas são divertidas, essa conexão entre a criança e o aprendizado é estimulada, gerando um indivíduo curioso e ávido por novos conhecimentos.  Quando as aulas são maçantes, a criança pode até aprender, mas acaba associando esse processo a algo negativo, gerando uma dificuldade para absorver novos conteúdos que pode se estender pela vida toda.

Aqui na Talentos, estamos sempre buscando novas formas de aprendizagem, principalmente porque nossa metodologia tenta ir além de repassar conhecimentos. Buscamos construir pessoas independentes, confiantes, curiosas, cidadãs e, principalmente, felizes.

Acreditamos que cada criança é um talento. Nossa missão é criar o ambiente mais acolhedor e desafiador possível, que busca incentivar e cultivar esse talento!